Noticias

Voltamos

Equipe 2015

No último outubro entre os dias primeiro e 4, aconteceu em Piracicaba, no interior do estado de São Paulo, a 12ª edição anual do campeonato brasileiro de Formula SAE, onde equipes universitárias dos quatro cantos do país competiram para descobrir quem possui o melhor; mais confiável; mais econômico protótipo de FSAE do país.

No primeiro dia de competição, devido à um problema de logística, fomos obrigados a corrigir alguns problemas pontuais durante o período da manhã. Na parte da tarde submetemos o F2015i à prova de inspeção, que avalia a segurança e fiabilidade do carro. Algumas objeções foram feitas pelos fiscais e nos vimos obrigados a corrigi-las para que pudéssemos dar continuidade à nossa participação no torneio.

No dia seguinte, após uma madrugada inteira de trabalho, fomos aprovados logo na primeira tentativa de revisão da prova de segurança. Em seguida fomos para a prova de design, onde devemos apresentar nosso projeto aos juízes, profissionais da indústria automotiva, para provar que nosso protótipo além de ser eficiente nas pistas, também possui embasamento teórico em sua confecção.

Após o design logo veio uma prova igualmente importante, a prova da Tilt Table, prova essa que o carro é submetido à sucessivas inclinações de 45 e 60 graus respectivamente com o intuito de atestar que nenhum fluído vaze do carro, onde também fomos aprovados prontamente.

Seguindo essa prova, partimos para a prova de ruído, onde medimos se nosso carro passa ou não de uma determinada faixa de decibéis, onde também fomos aprovados imediatamente.

Devido ao cronograma apertado não conseguimos realizar o teste de frenagem no dia 2, com isso logo que chegamos ao ECPA no terceiro dia, fomos rapidamente para a prova de frenagem pois ainda teríamos as provas dinâmicas. Devido à um descuido com o balanço de freio, nos atrasamos com relação a prova de frenagem, mas passamos por ela sem maiores problemas.

Seguimos correndo para a prova de aceleração, onde lamentavelmente nosso rolamento dianteiro esquerdo da manga de eixo apresentou uma falha, nos impondo um tempo muito abaixo do qual nosso carro foi projetado para realizar. Devido ao cronograma ser muito apertado, acabamos perdendo uma prova importantíssima –Skid Pad- para podermos consertar o problema que nos foi apresentado.

Conseguimos corrigir o revés e corremos o AutoCross com um ritmo leve para podermos preservar o carro para o dia seguinte, quando a temida e esperada prova do Enduro aconteceria.

No último dia, finalmente confrontamos a prova a qual nosso carro foi desenhado para sobrepujar. Com muita emoção, luta, e acima de tudo, talento de nossos dois pilotos: Gabriel Weiss e Renan Paes, conseguimos após 3 anos concluir a prova do Enduro, o que somando-se a nota de eficiência nos conferiu aproximadamente 350 pontos a mais. Nos agraciando, assim, com um radiante quinto lugar, dentre 39 equipes inscritas.

Gostaríamos de agradecer todas as pessoas (familiares, amigos, entre outros) que de alguma maneira colaboraram para o nosso sucesso e nunca deixaram de acreditar em nós; às equipes adversárias que nos proporcionaram um ambiente não de inimizade, mas de competição leal, nos ajudando quando necessário e que nos trataram com extrema boa vontade, em especial às equipes Fórmula Cefast, Buffalo UFF, Apuama Racing UnB, KRT UFBA, FSAE-UFSJ, Equipe Formula FEI, Formula CEM UFSC, Formula UFSM; ao nosso professor e orientador Fernando Castro Pinto pela paciência e nobreza de nos passar seus ensinamentos que sem dúvida foram fundamentais na concepção e fabricação do F2015i; e a todos os nossos patrocinadores que se dispuseram a nos ajudar e sobretudo viram nosso projeto com convicção de que ao final do ano, ele renderia frutos, são eles: Amiga Digital, Arcoflex, Carbografite, CD-adapco, Ciser, EFI analytics, ESSS, Faperj, FuelTech, InFlow, Kuli software, Mechworks, MHM, Michelin, Parque Tecnológico da UFRJ, Radix, RCL Macaense, Ricardo Wave, Tesa, Tubonox, UFRJ Desafia, Usifast e Vallourec.

Com toda a certeza, essa competição de Formula SAE ficará na memória de todos integrantes da Equipe Icarus UFRJ FSAE como algo muito prazeroso e que com toda certeza adicionará, e muito, na nossa formação como futuros engenheiros.